terça-feira, 5 de setembro de 2017

Aos Leitores

Este segundo volume, reeditado e muito aumentado, tem cerca de duas centenas e meia de crónicas revistas e seleccionadas pelo autor. Saíram neste blogue entre Setembro de 2009 e Fevereiro de 2017, ou seja, durante o período de crise imposta pelo neoliberalismo a portugueses e europeus e decerto ainda não terminada.
O volume recolhe, portanto, de forma definitiva, o conteúdo mais importante e significativo do que nesta coluna saiu. Aos visitantes, o autor propõe que prefiram ler a página - corrigida - que lhes interesse neste livro e não no blogue. Até há poucos dias, bastaria, para isso, clicar, ali em cima, no cabeçalho, em «Página inicial» e entrar em «Estante dos meus livros - Links». Porém, «Estante» encontra-se agora em remodelação durante mais uns dias poucos. Sem risco, vale a pena esperar pelas novidades em preparação.
Arsénio Mota, cronista compulsivo conforme a sua bibliografia bem demonstra, assume-me, repetidamente, enquanto escritor e jornalista, como autor-cidadão e, assim, espectador-actor dos acontecimentos do seu tempo e lugar.