quarta-feira, 4 de setembro de 2013

O tempo voa...

Voando, o tempo passou... Mês e meio agarrado a ficheiros Word, formatação de páginas e ficheiros, imagens e digitalizações, revisões assim e assado, compatibilidades. Agora posso dizer: a tarefa de publicar livros digitais, isto é, de os preparar para edição de autor parece custar tanto quanto escrevê-los...
Resultado concreto à vista, pouco. Quatro edições, três da colecção As Cinco Graças e uma outra, as Estórias Populares. Representam só o começo.
Tarefa complicada implica demoras. Tentativas sucessivas e erros parciais. Mas é preciso continuar em frente.
Edições digitais, os populares ebooks, são na verdade uma alternativa interessante para os leitores que pretendam poupar papel, espaço na estante doméstica e algum dinheiro na compra de livros. Os leitores destas edições habituaram-se, além disso, a pagar preços bem mais modestos. É esse o caso normal, por exemplo, na Kindle da Amazon.
 Aqui estão as capas (não são links) das minhas quatro novidades”.






3 comentários:

Alexandra Oliveira disse...

Desejos de muitas mais inspirações para as suas estórias que por sua vez inspirarão outros eternamente. Um beijinho da sobrinha-neta, Alexandra.

Anónimo disse...

Parabéns, Arsénio. Grande abraço,
Rui

Arsenio Mota disse...

Com surpresa, verifiquei agora que não «entrou» nestes Comentários o que escrevi ontem de manhã. O sistema, desta vez, pregou-me a mim a partida!
Agradecia então, e agora repito, ao amigo Rui, declarando-o comentador emérito desta coluna (dispensando-o de ser vitalício)... Mas agradecia muito em especial o aparecimento de uma minha sobrinha-neta, Alexandra Oliveira, para mim autêntica revelação (inesperada). E nem nos conhecemos! Bem haja, Alexandra, pela sua simpatia e palavras cordiais. Retribuo gentil beijinho.